FUNDAÇÃO ABC E ENSAIOS DE PESQUISA NA COMISSÃO BRASILEIRA DE PESQUISA DE AVEIA (CBPA)

29/11/2022 - Atualizado há 2 meses


Cultivares de aveia próximo ao ponto de corte para silagem pré-secada no CDE Castro

A Comissão Brasileira de Pesquisa de Aveia (CBPA) reúne-se anualmente para a divulgação de resultados de pesquisa, troca de ideias e discussão a respeito da cultura da aveia. Tornou-se um fórum de toda a comunidade brasileira dedicada à cultura, reunindo professores, pesquisadores, extensionistas, estudantes, agricultores e pessoas da indústria de transformação da aveia, em 2023 completará 43 anos de evento.

A Fundação ABC participa dos ensaios de rede desde 1997 (aveia branca granífera) e nos ensaios das aveias forrageiras desde 2004, em 2008 solicitou credenciamento e se tornou membro da CBPA.

 

IMPORTÂNCIA DA AVEIA NO GRUPO ABC:
A cultura da Aveia é considerada estratégica e com muitas oportunidades aos produtores associados. Na pecuária pode ser utilizada como fonte de proteína e amido nas dietas para alimentação das vacas leiteiras entre as diversas possibilidades de uso como o Pastejo, Feno, Silagem Pré-Secada, Silagem de Planta Inteira e Silagem de Grão Úmido.

Estima-se que o Grupo ABC cultive entre as aveias com finalidade de cobertura do solo, forrageiras e graníferas, uma área de 190 mil hectares. Em relação a aveia branca, nesta safra 2022 de acordo com o levantamento do SIGMA ABC (Sistema Integrado de Gestão e Monitoramento Agropecuário), a área semeada foi de 53 mil hectares, destaca-se um aumento significativo no grupo de 55,2%.

Pelas oportunidades de uso, tamanho da área e necessidade de mais opções de cultura de inverno para atender todas as regiões de atuação no grupo, a Fundação ABC considera relevante e estratégico a sua participação na CBPA. Tendo como um dos objetivos através dos ensaios de rede identificar as cultivares mais promissoras e naturalmente gerar informações atualizadas para a assistência técnica das cooperativas e pecuaristas.

Como exemplo disso, seguem abaixo os resultados Ensaio Nacional de Aveias Para Cobertura (ENAC) que faz parte da base para sugestões de cultivares voltadas na produção de forrageiras para silagem pré-secada e Ensaio Brasileiro de Cultivares de Aveia (EBCA) que busca cultivares voltadas para a produção de grãos. Estes ensaios foram conduzidos na safra de Inverno 2021 nos campos demonstrativos experimentais da Fundação ABC.

RESULTADOS DO ENSAIO NACIONAL DE AVEIAS PARA COBERTURA (ENAC) – Aveias forrageiras no município de Castro-PR
Foram avaliados oito genótipos, quatro de aveia preta e quatro de aveia branca, tendo como testemunhas a IPR Cabocla (preta) e a IPR Esmeralda (branca). O ensaio foi semeado no dia 14 de maio de 2021 no Campo Demonstrativo Experimental de Castro.

O corte para avaliação da produção de forragem foi realizado quando as plantas atingiram o ponto de emborrachamento, antes da emergência da panícula (Figura 1).

Os resultados das características agronômicas das espécies forrageiras realizadas após o corte, como densidade populacional, ciclo das forrageiras, estatura da planta e suscetibilidade a doenças no momento do corte. Como também as análises bromatológicas: Proteína Bruta (PB), Fibras Insolúveis em Detergente Ácido (FDA), Fibras Insolúveis em Detergente Neutro (FDN) e Nutrientes Digestíveis Totais (NDT), estão descritos na Tabela 1.

 

RESULTADOS DO ENSAIO BRASILEIRO DE CULTIVARES DE AVEIAS (EBCA) – AVEIAS GRANÍFERAS – municípios de Arapoti e Castro-PR

Foram avaliados quatorze genótipos de aveia branca. Os ensaios foram semeados no dia 18 de maio de 2021 nos campos demonstrativos experimentais da Fundação ABC, Arapoti-PR e Castro-PR.

Os atributos agronômicos das cultivares de aveia branca graníferas como densidade populacional, estatura das plantas, número de dias até florescimento e suscetibilidade a geada, acamamento e doenças, estão descritos na Tabela 2 (Arapoti-PR) e Tabela 3 (Catro-PR).

No CDE Arapoti a colheita da aveia grão ocorreu 125 dias após a semeadura com média de 15% de umidade dos grãos (Figura 2). Já no CDE Castro, região mais fria do grupo ABC onde houve presença maior de geadas, a colheita ocorreu 157 dias após a semeadura com média de 16% de umidade.

Os dados de produtividade de grãos das cultivares de aveia branca referente aos locais de Arapoti-PR e Castro-PR estão disponíveis no abcBook, além de mais informações relacionadas aos resultados dos Campos Experimentais da Fundação.

CULTIVARES INDICADASCom base nesse histórico de ensaios internos realizados ao longo dos anos pelo setor de Forragens & Grãos da Fundação ABC, as principais cultivares forrageiras e graníferas anuais estão sugeridas de acordo com o propósito e região no abcBook. Caso tenham dúvidas a respeito deste assunto não deixe de entrar em contato com o setor ou engenheiro agrônomo, zootecnista e veterinário responsável pela propriedade.

Atualizações

Previous Next