Reguladores de crescimento em cereais de inverno com uso para forragem

Essa ferramenta interfere na produção de massa?

25/07/2023 - Atualizado há 11 meses


A possibilidade de uso dos cereais como trigo ou cevada para alimentação animal promove expansão de área com cultivo dessas culturas. Em um sistema de produção de grãos, a busca pelo teto de produtividade tem como ferramenta o uso de reguladores de crescimento, mas em um sistema com o objetivo de produção de forragem, essa estratégia pode auxiliar na produção de massa ou na qualidade de leite produzido? Antes de responder essa pergunta vamos entender o que é regulador de crescimento e como pode ser utilizado no trigo e na cevada.

Esse termo é empregado para compostos naturais ou sintéticos que exibem atividade no controle do crescimento e desenvolvimento da planta. Diversos reguladores sintéticos de crescimento que têm sido utilizados comercialmente atuam inibindo, de algum modo, a síntese de giberelinas (Enéas Filho et al., 2010). As giberelinas são hormônios vegetais que estimulam a divisão celular e/ou a elongação celular (Taiz; Zeiger, 2004). O trinexapac-ethyl, produto comercial Moddus, é um regulador de crescimento com registro para o trigo, cevada e aveia-branca, que atua na síntese de giberelinas nas plantas e promove redução no comprimento do colmo com redução da altura da planta, evitando o acamamento (Amrein et al., 1989). A máxima inibição do crescimento ocorre até duas ou três semanas após sua aplicação (Fagerness; Penner, 1998).

Alguns anos atrás o principal uso do trinexapac-ethyl era o controle do acamamento, principalmente em cultivares de porte mais alto ou suscetíveis ao acamamento. Porém, no cenário atual com cultivares de porte mais baixo e tolerantes ao acamamento essa é uma ferramenta que, mesmo na ausência de acamamento, garante incrementos significativos na produtividade  nas áreas de produção de grãos e ganho na qualidade da forragem.

Durante 3 safras, entre 2019 e 2021, o setor de Herbologia estudou diferentes cultivares de trigo e cevada com o objetivo de produção de massa para silagem (Figura 1). A aplicação de trinexapac resultou em ganhos de até 33% na produção de massa verde e de 9,8% na produção de leite estimado. O ganho médio da produção de massa verde nas 3 safras foi de 9,4% com a aplicação de Moddus, enquanto para a produção de leite estimado, em quilogramas por tonelada de matéria seca, foi de 3,7%. Portanto, através da análise desses resultados se observa as vantagens da utilização do trinexapac mesmo quando o objetivo do cereal de inverno é produção de silagem, através de mudanças na anatomia e na morfologia das plantas que resulta em incremento na produção da forragem.

Ficou na dúvida sobre qual o momento correto de aplicar? Quais os efeitos do trinexapac-ethyl sobre as plantas? Ou até mesmo como identificar a época correta? A Edição 44 da Revista Fabc, publicada em julho/agosto de 2021 tem essa informação completada e detalhada, confere lá!

 

Eliana Fernandes Borsato
Luis Henrique Penckowski
William Kuff

Atualizações

Previous Next